Vila Pavão ganha Projeto de Sinalização Viária

Irineu Wutke foto

O Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran-ES), em Audiência Publica realizada na noite de ontem (quarta-feira, 23), apresentou o Projeto de Sinalização Viária da sede do município de Vila Pavão.

O encontro aconteceu no auditório da  Emef Professora Esther da Costa Santos e reuniu vários setores da sociedade organizada local. Foi  divido em dois momentos: Apresentação do projeto e debate com a sociedade. Antes, porém, o coordenador de engenharia do Detran-ES, Alexandre Magno de Lacerda, exibiu um um vídeo de conteúdo comparativo mostrando a diferença entre o motorista brasileiro e o europeu.

Para Lacerda, a realidade do trânsito de Vila Pavão não é diferente da maioria dos municípios capixabas que cresceram sem nenhum planejamento. “O município cresceu, mas não acompanhou a evolução do trânsito que é o mesmo de anos atrás.  Atualmente existe uma disputa muito grande por espaço, entre o homem e máquina, quando na verdade, a rua tem que ser um espaço onde pedestres e automóveis convivam em harmonia”, disse.

Em seu pronunciamento, o prefeito Irineu Wutke  salientou que estamos vivendo em uma época  onde é imperativo reduzir os níveis de acidentes no trânsito, vez que no  Brasil, os índices de morte são alarmantes e a educação no trânsito, assim como, uma boa sinalização, contribuem para diminuir o número de vítimas.

O Projeto

O estudo para a melhoria na sinalização viária do município foi encomendado pela Prefeitura Municipal, e objetiva implantar uma estrutura de sinalização adequada que permita melhor trafegabilidade e segurança aos pedestres e condutores de veículos.

Os técnicos estiveram algumas vezes no município levantando as principais deficiências, assim como, a melhor forma de resolve-las.

É consenso entre todos, que os maiores problemas do trânsito de Vila Pavão são provocados pelo tráfico de caminhões pesados que fazem o escoamento de blocos de rochas ornamentais, extraídos das jazidas no entorno da cidade. Como não existe logística adequada, essas carretas carregadas de granito, são obrigadas a trafegar no  centro da cidade, causando um série de transtornos, como engarrafamento, acidentes, destruição de imóveis, entre outros.

O engenheiro de trânsito do Detran, Marcos Vinícius, esclareceu que o Detran não realiza obras. È meramente um órgão disciplinador e fiscalizador.

Segundo ele, a solução plausível no momento é a que foi apresentada à sociedade na Audiência Pública. Passa pela padronização da sinalização e organização do trânsito, por meio da  implantação de faixas de pedestres, lombadas, organização de carga de descarga, demarcação de áreas de estacionamento, organização da preferência das principais ruas, regulamentação e sinalização nos locais próximos às escolas e creches para assegurar maior segurança ao embarque e desembarque de alunos e placas indicativas mostrando as entrada e saídas para facilitar o acesso de visitantes, turistas e outros.

Vinícius deixou claro que o projeto está em fase de implantação e as medidas só serão postas em prática com total aval da sociedade.

A expectativa é que o projeto seja implantado no início do ano que vem, isso, após ser aprovado pela sociedade em Audiência Pública. Todo tipo de objeção que existir na fase inicial de sua  implantação,  a Prefeitura Municipal poderá solicitar aos técnicos do Detran, um novo estudo para verificar a possibilidade de alteração.

Debate

 Em outro momento do evento aconteceu o debate, onde a palavra foi franqueada às pessoas da comunidade que puderam opinar e dar sugestões sobre alterações no projeto que passarão por análise dos técnicos do Detran, podendo ser incorporadas ao projeto.

Presenças

O  Projeto de Sinalização Viária da sede do município de Vila Pavão, foi apresentado pelos engenheiros do Detran,  Alexandre Magno de Lacerda e Marcos Vinícius. Marcaram presença no evento, o prefeito municipal,  secretários municipais, técnicos e servidores;   vereadores atuais e eleitos;  representantes da Polícia Militar,  Conselho Municipal de Segurança, CDL,  agricultores, entre outros.

Fonte: Assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal de Vila Pavão